Casamento ecológico: convites, presentes, decoração e muito mais!

Casamento ecológico: convites, presentes, decoração e muito mais!

(Foto: Ryan Smith Photography)

Esqueça o brilho, o luxo, o caro. A moda agora é o casamento eco-friendly. Uma pesquisa divulgada em um site americano de casamentos revelou que 33% dos futuros noivos e noivas nos Estados Unidos planejam uma festa com menos impactos ao meio ambiente – desde os convites à lua-de-mel.

Diante do alto índice de casais responsáveis, a organização ambiental The Nature Conservancy listou algumas dicas para celebrar este dia especial. A boa notícia é que, ao poupar os recursos naturais e ajudar o planeta, você economiza no bolso também.

Os convites

Nada mais econômico – e prático – do que mandar um bom convite por e-mail. Não é deselegante? Não mesmo. Aposte em um design descolado e aperte o “enviar” sem culpa. Você vai poupar árvores. E deixar de contribuir para o aquecimento do planeta, uma vez que a entrega dos convites virtuais não usa gasolina.

Os presentes

Este item requer desapego. A dica é pensar bem antes de fazer a lista. E pedir só aquilo que você está certo de que vai usar. Se você e seu namorado já têm tudo, sugira aos convidados que doem uma quantia em dinheiro e envie parte dele para instituições de caridade. Lembre-se: reduzir o consumo pode ter mais impacto do que simplesmente comprar objetos reciclados ou recicláveis.

A decoração

As flores orgânicas são uma boa alternativa. Mas você pode ser igualmente elegante usando arranjos de buquês secos ou feitos de seda. Se você não abre mão das naturais, tente decorar sua festa com vasos de plantas nativas da sua região. Quando o casamento acabar, o convidado ainda pode levar para casa.

As roupas

Que tal casar com o vestido da sua avó ou mãe? Além de estar na moda, o vestido vintage tem valor sentimental. Se sua família não é daquelas que costumam guardar objetos no fundo do baú, você pode investir em um novo, mas feito de algodão orgânico (suas plantações não levam agrotóxicos) certificado. O algodão é melhor que o poliéster no quesito mudanças climáticas. O poliéster é feito à base de petróleo, um recurso não renovável e que emite gases durante sua extração. Para os noivos, a sugestão são os trajes de fibras naturais ou de algodão orgânico. Não pare no casal. Estenda a preocupação aos padrinhos e madrinhas, pajens e daminhas, além dos convidados.

As alianças

A produção de uma pequena porção de ouro 20 quilates gera uma quantidade enorme de resíduos nas minas. Sem contar as péssimas condições de trabalho nos garimpos. Se você quer causar pouco impacto, recicle um anel que já existe para fazer uma nova aliança. Outra opção é um anel de prata, cuja mineração é menos agressiva.

O local

Escolha um salão, parque ou igreja em uma área central. Ajuda a diminuir os trajetos percorridos pelos convidados – e o combustível gasto pelos carros.

O buffet

Não é de bom tom oferecer aos convidados alimentos com pesticidas. Por isso, opte pelos orgânicos. Os produtos locais, vindos de pequenas comunidades, são mais frescos e ajudam a aumentar a renda das famílias produtoras. Pergunte ao seu fornecedor quais são as frutas e legumes da estação. Uma alternativa para bebidas é o vinho orgânico.

A lua-de-mel

Uma forma de diminuir sua pegada de carbono é escolher um destino mais próximo. Um paraíso ao alcance das rodas do seu próprio carro, não só dos aviões. Mas não precisa radicalizar também. Se o seu sonho mora em distâncias maiores, procure uma agência de ecoturismo.

Os filhos

Quando há um bebê a caminho, a sugestão da organização The Nature Conservancy é plantar oito árvores. Elas serão suficientes para compensar a quantidade de carbono que uma pessoa libera pela simples respiração durante um tempo médio de vida.

Fonte: Aline Ribeiro, da EPOCA

Veja também: